Sobre Presidentes

sábado, janeiro 28, 2017

Vou ser sincera: não sou a favor do Trump, não gosto dele, preferia mil vezes quando era Obama o presidente! Este assunto tem gerado polémica e meio mundo - ou até mais - está indignado com a eleição de Trump para presidente dos Estados Unidos. Muito devido às frases que ele profere ou ao que pretende fazer no governo, e até mesmo pela arrogância e demais características que não o favorecem.

Como disse, também não votaria nele. O que eu não entendo é por que motivo as pessoas não se indignaram também quando Dilma se tornou presidente do Brasil (ou "presidenta", como gostava de se auto-intitular). Ela mostrou, por diversas vezes, a sua falta de cultura, utilizando expressões e frases sem sentido/incorretas/incompreensíveis até, e fazendo pouco pelo bem do país! Notava-se, nos discursos, incoerência, falta de preparo, dificuldade em se expressar... Enfim, não parecia segura do que dizia. Não foi uma ou duas vezes, foram vezes sem conta! Apesar de tudo isso, não houve grande polêmica fora do Brasil, nada perto do drama que fizeram em relação a Donald Trump. Será por ser mulher? Será que ficaram tão cegos de felicidade por ver uma mulher chegar a presidente de um país, que nem consideraram as outras características dela? As ideias sem nexo, a forma de governar, deixaram de ser importantes diante de uma grande conquista feminina? Mais importante do que uma presidente mulher, é uma presidente competente, ou não? E uma presidente competente não diria frases como: "Então, aqui, hoje, eu estou saudando a mandioca. Acho uma das maiores conquistas do Brasil" e "Foi muito, houve uma procura imensa, tinham seis empresas que apresentaram suas propostas, houve um deságio de quase… Foi um pouco mais de 38%, mas eu fico em 38% para ninguém dizer: ‘Ah, ela disse que era 38′, mas não é não. É 39, 38 e qualquer coisa ou é 36. 38, eu acho que é 39, mas vou dizer 38." Por mais atrapalhada que ela fique, não há desculpa para não ter os discursos mais ou menos preparados e até mesmo levar o papel para ler discretamente. Já para não mencionar o estado em que deixou o país - não foi por acaso que levou impeachment.

O que eu quero dizer é que esta história do empoderamento das mulheres está a tomar proporções drásticas. Não existe meio termo! Se é mulher, pode tudo, mesmo sem capacidades! Não será, também, que um dos motivos para tanto protesto contra Trump seja o facto de que ele ganhou a uma mulher?

Repito: não sou a favor de Trump, nem de qualquer presidente que demonstre não ter capacidade para tal, seja homem ou mulher.

You Might Also Like

8 comentários

  1. Acho que tem mesmo que ver com o que nos chega através das televisões. Do Trump estou farta de ouvir falar, já dessas coisas que falas da Dilma muitas eu nem sabia! Depois a comunicações social conforme o que passam cá para fora conseguem mais ou menos manipular a opinião de muitos. Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a comunicação social tem uma influência muito grande! Eles gostam de "filtrar" certas coisas para dar a entender as coisas de forma diferente, e quem não convive de perto acaba por ter de se basear nisso.
      Beijinhos.

      Excluir
  2. A Dilma era presidente de um país que está longe de ter o impacto mundial que a América tem. Já tudo o que o Trump começou a fazer e vai continuar a fazer vai afectar muita gente, para não dizer todo o mundo. E nada tem a ver com ela ser mulher e o Trump homem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez para alguns não tenha mesmo nada a ver, mas eu ainda acredito que isso tenha tido alguma influência. Sou a favor de mulheres em qualquer cargo, seja politico, empresarial ou qualquer outro, mas não qualquer uma.
      Sim, certamente os EUA têm mais influência no mundo que o Brasil, e claro que haverá mais pessoas de todo o mundo preocupadas com quem governa o primeiro país, do que o segundo.
      Beijinhos.

      Excluir
  3. Se são eles que mandam no mundo... Estamos entregues à sorte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, não podemos fazer grande coisa.
      Beijinhos.

      Excluir
  4. Gostei do teu texto e da tua coerência.
    beijinhos
    elisaumarapariganormal.blogspot.pt

    ResponderExcluir

Obrigada pela tua opinião. Ela é muito importante!

Subscribe